“Sou Grande Adepto da Tecnologia Blockchain”, diz ex-COO do Goldman Sachs

Em entrevista exibida na terça-feira (9) pela CNBC, Gary Cohn, ex-COO do banco Goldman Sachs e ex-diretor do Conselho Econômico dos Estados Unidos, falou sobre suas expectativas do futuro da tecnologia blockchain e das criptomoedas. O executivo vê a possibilidade do surgimento de uma criptomoeda global mais simples que o Bitcoin.

Eu não sou um grande adepto do Bitcoin; sou grande adepto da tecnologia blockchain.

Para Cohn, estaria para emergir uma moeda que não fosse “baseada em custo de mineração e eletricidade”, dado que o Bitcoin necessita de poderosa capacidade de processamento de dados e alto consumo de energia.

Gary Cohn aposta que essa moeda seria mais facilmente compreensível para o grande público. Embora possa ser baseada em blockchain, ela seria usada de forma mais prática, seja para câmbio, seja como meio de troca. Gary acredita que as criptomoedas têm que se tornar mais familiarizadas com a maneira como as pessoas usam dinheiro atualmente.

O ex-COO também foi perguntado sobre a decisão do Goldman Sachs de aceitar negociações de títulos de futuros baseados em Bitcoin, como reportado pelo Portal do Bitcoin. Para ele, os atuais diretores do banco podem fazer “qualquer coisa que seja de maior interesse de seus acionistas.”

Gary Cohn tornou-se presidente e chefe de operações do banco Goldman Sachs em 2006, mantendo-se no cargo durante a crise financeira de 2008, mesmo com a instituição financeira sendo considerada uma das maiores responsáveis pela bolha imobiliária americana.

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump nomeou Gary Cohn em 2017 como diretor do conselho Econômico Nacional. Em março de 2018, porém, anunciou que abandonaria o cargo por discordar das taxação a empresas estrangeiras e tarifas protecionistas praticadas pelo republicano.

Durante a entrevista, Cohn disse ser favorável à liberdade cambial e à redução de impostos e tarifas de importação.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *