Santander Lança Serviço de Transferências Baseado em Blockchain com Tecnologia da Ripple

O Banco Santander anunciou hoje o lançamento, em quatro países, do primeiro sistema de transferência de moeda baseado na tecnologia blockchain feito por um banco. Após receber aporte de US$ 4 milhões, a startup Ripple desenvolveu um aplicativo que permite transferências de valores no mesmo dia entre países.

O serviço, chamado ‘Santander One Pay FX’ está disponível para clientes no Brasil, Espanha, Polônia e no Reino Unido. O aplicativo, além de ser mais rápido que métodos tradicionais de transferência internacional, mostra a quantidade exata de dinheiro que chegará ao destinatário.

O banco diz que incluirá mais funções no aplicativo em breve, como a possibilidade de enviar remessas instantaneamente a vários outros países. No momento, clientes do Reino Unido podem transferir dinheiro à Europa e aos EUA. Na Espanha, podem transferir para o Reino Unido e os EUA. No Brasil e na Polônia podem fazer transações para o Reino Unido.

O programa utiliza a tecnologia xCurrent da Ripple, uma rede criada para transações internacionais instantâneas baseada em blockchain. Funcionários do Santander no Reino Unido já utilizam a tecnologia como teste desde 2016.

O aplicativo usa a interface móvel do aplicativo Apple Pay, desenvolvido para pagamentos. O sistema aproveita a distribuição de registros criado pela Ripple, depositando os fundos nas contas no dia seguinte. O Banco pretende permitir transações instantâneas já nos próximos meses.

Para Ana Botín, Diretora executiva do Banco Santander, o objetivo com a inovação “é ajudar as milhares de pessoas que fazem que realizam serviços de pagamento internacionais todos os dias”.

O projeto é resultado da parceria entre o Banco e a Ripple, uma startup da Califórnia que recebeu investimento milionário do gigante financeiro. Os fundos vêm do programa InnoVentures, em que o Santander investe US$ 200 milhões em capital de risco em empresas fintech.

A Ripple é criadora do token XRP, que utiliza seu próprio protocolo de blockchain para realizar validações e transações. No xCurrent, porém, por enquanto, são usados apenas dólares e libras esterlinas.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *