Por Que a Consensus, Maior Conferência de Bitcoin do Mundo, é Importante

Nenhuma conferência reúne tantos nomes importantes do mercado de Bitcoin, blockchain e Criptoativos quanto a Consensus, evento anual promovido pelo Coindesk que será realizado entre os dias 14 e 16 de maio, em Nova York. Políticos, CEOs, desenvolvedores e curiosos se encontrarão em um evento que pode definir o futuro das tecnologias descentralizadas.

De acordo com o site BTC Manager, sete mil pessoas devem participar do evento — mais do que o dobro de pessoas que foram à edição de 2017. A edição do ano passado trouxe pessoas de mais de 70 países diferentes e teve mais de 80 patrocinadores.

Os momentos que antecederam a Consensus foram marcados por previsões e polêmicas. A ideia que ganhou mais força entre a comunidade foi que o preço do Bitcoin iria disparar depois da conferência.

A Fundstrat, do conhecido Tom Lee, foi o primeiro: apostou em uma valorização de 70% após o evento. A Forbes acredita que o preço deve ao menos superar os US$ 10 mil, barreira difícil de ultrapassar nas últimas semanas. Todas as previsões, claro, levam em conta o que já aconteceu no passado. De 2015 a 2017, houve uma valorização significativa durante e após o evento.

Diversas informações positivas, como a entrada do Goldman Sachs no mundo das criptomoedas, a intenção da empresa que controla a bolsa de Nova York em lançar um projeto na área, entre outros, ajudam a fomentar o clima de euforia.

Também houve a polêmica com co-fundador da Ethereum, que pediu, via Twitter, que as pessoas boicotassem a Consensus depois que se incomodou com uma reportagem da Coindesk. Seu pedido, contudo, parece não ter tido sucesso.

 Por fim, diversos membros da cripto-comunidade brasileira, como as corretoras Foxbit e Mercado Bitcoin, estarão presentes. O Portal do Bitcoin também estará na Consensus 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *