Pesquisa: 82% dos Investidores Acham que o Bitcoin não Cairá Mais

A Fundstrat Global Advisors, boutique de research independente, apontou que 82% dos investidores institucionais que aplicam em criptomoedas já atingiu seu piso. O levantamento é informal (foi feito durante um almoço conduzido pela casa de research), mas revela que é grande a perspectiva de alta das moedas digitais.

Mais da metade dos investidores consultados — 53% — acreditam que o Bitcoin fechará o ano entre US$ 10 mil e US$ 20 mil. Para 41% o cenário é ainda mais otimista. Projetam que a criptomoeda encerrará 2018 entre US$ 20 mil e US$ 30 mil. Os 6% restantes apostam numa cotação acima dos US$ 30 mil. Para Tom Lee, fundador da Fundstrat, a cotação ao final do ano será de US$ 25 mil.

Dois terços dos entrevistados não acreditam que o ethereum seja classificado como um token seguro, embora quase metade também não acredite que a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA (SEC) esclareça a natureza regulatória dos tokens ainda este ano.

A expectativa dos investidores contrasta com a de Gary Gensler, ex-presidente da Commodity Futures Trading Commission (CFTC), conforme apontou a reportagem do portal CCN. Recentemente, Gensler afirmou acreditar que os tokens decorrentes do ethereum e da ripple deveriam ser ficar de fora da regulação da SEC (ou seja, não seriam considerados valores mobiliários), embora tenha cogitado que para o ethereum as chances são maiores.

A grande maioria dos investidores também apostou que o Goldman Sachs será o primeiro grande banco a oferecer operações de criptomoeda para clientes institucionais. O cenário parece cada vez mais provável, especialmente depois que a instituição contratou um executivo para desenvolver sua estratégia de mercado de ativos digitais.

Pensamento positivo sobre bitcoin

A pesquisa, cujos resultados foram divulgados no twitter do fundador da Fundstrat, Tom Lee, também fez perguntas curiosas. 40% dos entrevistados acreditam que John McAfee ganhará a aposta de que o bitcoin valerá US$ 1 milhão ao final de 2020.

Em novembro passado, o excêntrico especialista em segurança cibernética apostou que comeria seu próprio pênis se a criptomoeda não chegasse ao valor projetado – meses antes, a mesma aposta projetava a cotação em US$ 500 mil.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *