Nvidia Tenta Limitar Venda de Placas de Vídeo para Mineradores de Criptomoedas

A Nvidia deu sinais de que apesar da grande demanda por placas de vídeo, não está tão feliz assim. A Nvidia solicitou aos revendedores que tomassem algumas medidas para tentar garantir que seus produtos cheguem às mãos dos gamers e não dos mineradores de criptomoedas.

Nvidia tenta proteger gamers

A fabricante de unidades de processamento gráfico (GPU) Nvidia, está pedindo aos varejistas que limitem a quantidade de placas gráficas que eles vendem para mineradores de criptomoedas. Isso é feito em um esforço para combater os preços extremos e reduzir a escassez de oferta causada pela crescente rentabilidade da mineração de criptomoedas.

Uma análise das placas gráficas distribuídas na Alemanha descobriu que quatro dos seis revendedores colocaram limites mais rigorosos na marca Geforce da Nvidia no mês passado. Ao limitar o número de placas por pedido para apenas duas ou três, o fabricante espera desencorajar os mineradores de criptomoedas que compram em massa, e com isso possibilitar a compra dos gamers também.

Os mineradores de criptomoedas estão esmagando os players do mercado de placas de vídeo de três formas principais. Primeiro, os fabricantes de ASIC, como a Bitmain, compram uma quantidade cada vez maior de chips de empresas, como a TSMC, deixando menos capacidade de produção para a Nvidia. Em segundo lugar, as grandes fazendas de mineração receberam grandes quantidades de GPUs diretamente das fábricas na China antes que elas possam entrar no mercado. Em terceiro lugar, os mineradores profissionais menores compram cartões em centenas de varejistas ou on-line, elevando o preço e impedindo que eles atinjam os gamers.

O porta-voz da Nvidia, Boris Böhles, disse à revista alemã Computerbase que: “Para a NVIDIA, os gamers vêm em primeiro lugar. Todas as atividades relacionadas à nossa linha de produtos Geforce são direcionadas para o nosso público principal. Para garantir que os gamers da Geforce continuem a ter uma boa disponibilidade da placa gráfica Geforce na situação atual, recomendamos que nossos parceiros comerciais tomem as providências adequadas para atender às necessidades dos jogadores, como de costume. “Ainda assim, a Nvidia enfatiza que os varejistas não precisam seguir esta “recomendação”, pois o fabricante não quer intervir na liberdade e independência dos comerciantes.

Preço nas alturas

De abril de 2017 até este mês, a TechSpot reportou um aumento de preço de 27% na GeForce GTX 1050 Ti, 86% na GeForce GTX 1060 3GB, 89% na GeForce GTX 1060 6GB e um aumento de 59% na famosa GeForce GTX 1080 Ti. Os clientes estão comprando as placas a granel, causando a inflação de preços, bem como a escassez dos produtos.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *