Malware que Minera Criptomoedas Caminha para Infectar 2 Milhões PCs em 2017

O malware que minera criptomoedas está em ritmo de infectar mais de 2 milhões de computadores apenas em 2017, de acordo com uma nova análise dos dados da Kaspersky Labs.

O relatório, que foi publicado pelo site de suporte técnico Bleeping Computer, diz que mais de 1,65 milhão de computadores foram infectados com malware que minera criptomoedas durante os primeiros nove meses do ano.

De acordo com dados da Kaspersky Labs, o número de computadores infectados aumentou significativamente a cada ano. Em 2013 – a primeira vez o bitcoin ganhou atenção da mídia, apenas 205 mil computadores foram infectados. O número continuou subindo nos anos seguintes. No ano passado, esses ataques cibernéticos atingiram uma máxima histórica de 1,8 milhão à medida que o mercado começou a crescer. Se o ritmo atual continuar, mais de 2,3 milhões de computadores terão sido infectados até o final do ano.

Os cyberattackers contam com vastas redes de computadores, conhecidas como botnets, que são capazes de controlar sem o conhecimento dos proprietários. Eles costumam executar o software de mineração em segundo plano, deixando os proprietários dos computadores com pouca indicação de que seus computadores foram infectados, além de uma diminuição no desempenho.

O relatório afirma que Monero e Zcash são a principal escolha dos criminosos. Isso não deve ser surpreendente, uma vez que ambas as moedas oferecem aos usuários transações anônimas, e a privacidade é fundamental se desejar vender discretamente suas moedas em uma exchange.

Claro, o aumento dos crimes cibernéticos com criptomoedas não se limita ao malware de mineração. Um relatório recente da cadeia Chainalysis revelou que, de junho a agosto deste ano, os cibercriminosos roubaram mais de US $ 125 milhões em ataques relacionados a Ethereum. A maioria desses ataques são implantados através de golpes de phishing.

The post Malware que Minera Criptomoedas Caminha para Infectar 2 Milhões PCs em 2017 appeared first on Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *