Jovens são Mais Propensos a Investir em Bitcoin, Diz Pesquisa

Novos dados de uma pesquisa do mercado on-line de empréstimos estudantis, a LendEDU, sugeriu que os consumidores mais jovens nos Estados Unidos estão mais interessados ​​em investir em bitcoin.

A startup publicou os resultados da sua pesquisa, que foi conduzida online em agosto e atraiu 1.000 participantes de todo os EUA. A pesquisa centrou-se em várias áreas, incluindo uma questão básica sobre se eles já ouviram falar de bitcoin. Como aconteceu, cerca de 78% dos entrevistados disseram ja ter ouvido falar.

Entre eles, é que, de acordo com os dados, os consumidores mais jovens – aqueles com idades compreendidas entre os 18 e os 34, mostraram maior disponibilidade para investir em bitcoin do que grupos de idade mais velhos.

Dos que têm entre 18 e 24 anos, 35,9% disseram que planejam investir em bitcoin, contra 43,5% que disseram que não e 20,5% que não tinham certeza. Para a faixa etária de 25 a 34 anos, o índice “sim” cresceu para 40,4%, com 31,7% dos entrevistados dizendo não.

Em comparação, pouco mais de 10% daqueles com idades entre 45 e 54 indicaram interesse em investir em bitcoin. Menos de 5% dos maiores de 55 anos expressaram o mesmo sentimento, mostram os dados da pesquisa.

Em uma publicação no blog detalhando os resultados, a LendEDU previu que esses dados preconizam um papel maior do bitcoin entre os consumidores mais jovens.

“A julgar por esses dados, à medida que os anos passam e os americanos mais jovens desenvolvem mais poder de compra, é possivel esperar que o bitcoin se torne cada vez mais prevalente na economia americana”, disse a empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *