Fundador do PayPal, Peter Thiel Segue Confiante Com Bitcoin

Investidor do Facebook e co-fundador do PayPal, Peter Thiel transformou-se numa espécie de defensor do Bitcoin. Na última quinta-feira (15), ao falar no Clube Econômico de Nova York, o empresário voltou a defender a criptomoeda e a dizer que segue comprando no longo prazo – numa clara demonstração de que vê valor no ativo e não está de olho apenas nas flutuações do dia a dia.

Para Thiel, o Bitcoin ainda enfrenta restrições como meio de pagamento, mas tende a se transformar na referência entre as criptomoedas e também num porto seguro da era digital, assim como o ouro já teve seu reinado. A analogia, segundo ele, é a mesma que se aplica ao metal.

“Não estou falando sobre um novo sistema de pagamento porque [o bitcoin] é muito pesado para transações do dia a dia. É como se fossem barras de ouro dentro de um cofre que nunca se move. Mas você percebe que é uma proteção caso o mundo desabe”, disse, segundo a reportagem do portal Bitcoinist.

Bitcoin é uma moeda estranha

Thiel acrescenta que características que fazem o ouro ser atraente também se aplicam ao bitcoin, assim como críticas à criptomoeda valem para o metal. “O bitcoin é uma moeda estranha, que não está apoiada em nenhum governo. O mesmo vale para o ouro”.

Durante o evento, Thiel também foi questionado sobre uma possível bolha – o assunto é recorrente porque o investidor destaca-se na área das startups de tecnologia. Thiel admitiu que o mercado de criptomoedas apresenta semelhanças com a época da bolha da internet, nos anos de 1990. Mas há diferenças. “Não há analistas de Wall Street, nem bancos de Wall Street, empurrando a tecnologia blockchain, ao contrário do que ocorreu no passado”.

Quando quando questionado sobre por que apoia Bitcoin e outras criptomoedas, Thiel disse acreditar que apenas uma delas se tornará o equivalente ao “padrão ouro”. “Você deve apostar naquela que será a maior”, disse.

Aposta na reserva de valor

Realisticamente, se o bitcoin continuar a escalar e crescer como uma moeda digital e uma reserva de valor, poderá penetrar no mercado de US$ 8 trilhões do ouro e no setor bancário offshore de US$ 40 trilhões. O setor bancário offshore global é, sem dúvida, o maior mercado que qualquer criptomoeda pode atingir, e penetrar nesse mercado poderia fornecer mais potencial para uma criptomoeda do que se tornar uma moeda de reserva da economia global.

Mais importante ainda, o fluxo de bilhões de dólares de investidores institucionais e traders de varejo, como o fundo Founders de Thiel, permitirá que o preço do bitcoin aumente ainda mais, permitindo que seu valor de mercado alcance a marca de trilhões nos próximos meses. Muitos investidores já previram a avaliação de mercado do bitcoin para chegar a US$ 1 trilhão até o final de 2018, e o Founders Fund colocou uma aposta de cem milhões de dólares nela.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *