China se Prepara para Limitar Uso de Energia dos Mineradores de Bitcoin: Reuters

O Banco Central da China (PBOC) alegou que pode pressionar os governos locais no país a regular o uso de energia dos mineradores de bitcoin.

A Reuters informou que o banco central da China disse aos membros do Grupo Líder da Remediação de Riscos Financeiros da Internet de Pequim em uma reunião que pode falar aos governos locais nas províncias chinesas para regular o consumo de energia dos mineradores de bitcoin. Citando uma fonte, o PBOC planeja realizar esse movimento contra os mineradores para “reduzir gradualmente a escala de sua produção”.

Enquanto o Banco Central da China não pode regular diretamente o uso de energia dos mineradores de bitcoin, ele pode pedir às autoridades locais que o façam, o banco central contou aos membros do Grupo Líder da Remediação de Riscos Financeiros da Internet de Pequim em uma reunião no final de 2017, disse a fonte à Reuters.

O Grupo é o mesmo que exigiu o fechamento das exchanges de bitcoin e criptomoedas em 5 de setembro, um dia depois que o banco central da China forçou uma proibição geral de todas as ofertas iniciais de moedas (ICOs).

A China já foi o polo na mineração de bitcoin porém ultimamente vem perdendo um pouco sua majestade, com cada vez mais fazendas de mineração se instalando em outros lugares do mundo como EUA, Rússia e norte da Europa. Mesmo assim, uma restrição poderia causar prejuízos de curto prazo aos mineradores e até a rede do bitcoin.

Embora a substância deste relatório não seja classificada como uma proibição, indica que os mineradores serão forçados a limitar seu uso de energia e, por extensão, o tamanho de suas operações. A China continental é o lar de aproximadamente dois terços do hashrate bitcoin, em grande parte devido à disponibilidade generalizada de energia excedente e mão-de-obra barata.

No entanto, longe de ameaçar o bitcoin, muitos observadores da indústria acreditam que uma repressão à mineração de bitcoin chinesa poderia beneficiar o ecossistema a médio prazo (não que uma repressão seja algo bom e respeitável), pois levará a uma maior descentralização do setor de mineração – assim como a proibição das exchanges de bitcoins na china fez diversos mercados no resto do mundo crescer.

Por enquanto não se tem mais informações sobre o assunto, apenas isso que foi divulgado pela Reuters. Qualquer novidade será postada aqui.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *