Bitcoin Volta aos US$ 8.000; Altcoins Também Operam em Alta

O preço do Bitcoin e das outras criptomoedas do mercado voltaram a subir depois de uma semana particularmente difícil, com fortes quedas. O Bitcoin agora já volta a figurar acima dos US$ 8.000 nesta manhã de quarta-feira.

A recuperação iniciou-se ontem, após ter chegado a patamares abaixo dos US$ 6.000 e desde então já acumula uma valorização de mais de US$ 2.000, ou 35%.

No Brasil, a criptomoeda é negociada em alta de 27% nas últimas 24 horas, chegando a R$ 28.000 em algumas corretoras.

Notícias boas

Para muitos, a recuperação é resultado de discussões realizadas ontem na audiência do Senado dos Estados Unidos, levantando a possibilidade de regulamentações das criptomoedas, o que poderia vir a trazer certa segurança jurídica tanto para empresas do setor quanto para investidores institucionais.

As discussões publicamente divulgadas tiveram o presidente da Securities and Exchange (SEC), Jay Clayton e o presidente da Comissão de Negociação de Contratos Futuros de Commodities dos EUA (CFTC), J. Christopher Giancarlo, testemunhando sua intenção de focar os esforços de supervisão em ICOs e exchanges de criptomoedas a nível federal, em oposição a as leis atuais de nível estadual.

Pertinentemente, a comunidade vê o testemunho como um desenvolvimento que não prejudicaria os mercados de criptomoedas. Em vez disso, as observações oferecidas na audiência finalmente se mostraram encorajadoras de forma que a regulamentação, se houver, não prejudicaria o desenvolvimento das criptomoedas nem da tecnologia blockchain.

O presidente da CFTC, Christopher Giancarlo, deu um passo adiante na educação do comitê, sublinhando a inextricável natureza da tecnologia bitcoin e blockchain, afirmando:

“É importante lembrar que, se não houvesse Bitcoin, não haveria nenhum blockchain”.

Ele também afirmou ser importante tratar a tecnologia como a internet foi tratada e não fazer nada para prejudicar.

Altcoins Também em alta

Durante a queda, grade parte das criptomoedas alternativas sofreram mais do que o bitcoin, levando o valor de mercado abaixo dos US$ 300 bilhões. Hoje, enquanto o mercado se recupera, a capitalização do mercado já obteve um ganho de quase US$ 100 bilhões, se aproximando dos US$ 400 bi novamente.

O volume negociado voltou a crescer, principalmente do bitcoin, que já figura acima dos US$ 10 bilhões nas últimas 24 horas.

Os destaques positivos são NEO e Lisk, ambas com valorizações superiores a 40%.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *