Bitcoin Não é uma Bolha; É uma Curva S e Está Apenas Começando

Uma das histórias mais intrigantes que sustentam o recente aumento dos preços do bitcoin é a forma como as instituições financeiras irão interagir com a moeda.

O mercado futuro de bitcoin do CBOE abriu as portas para que os gigantes de Wall Streetparticipem do mercado.

Na escala macro, no entanto, podemos estar testemunhando a formação de um padrão maior; uma curva em S correlacionada com o preço.

A curva S é a curva de adoção clássica aplicada ao advento das novas tecnologias. Como percentual da população, a adoção parece uma fase de atraso em que a tecnologia é utilizada pelos inovadores da referida tecnologia, seguida de uma fase de adoção precoce liderada por pessoas que muitas vezes assumem riscos para serem as primeiras pessoas em um mercado. Após a fase de adoção inicial (~ 16% da população agora está participando), surge um ótimo “ponto de inflexão”, onde o uso amplo da tecnologia parece inevitável. O ponto de inflexão dá origem à “Maioria Primitiva” que se junta à diversão, seguido da maioria tardia e, finalmente, os ”atrasados” que permitem que o topo da S assente em abordagem direta da adoção total. A curva, como fator de tempo e adoção, parece ser a seguinte:

Esta curva correlaciona-se bem com a adoção de algumas das maiores inovações tecnológicas em nossa história recente:

Algumas coisas importantes a observar é que esta é apenas a adoção dos EUA. Grande parte do mundo ficou para trás dos EUA no boom dos consumidores na década de 1900. Todas essas curvas, por mais íngremes que sejam, seguem a mesma tendência da curva S.

Então, o que isso poderia significar para o bitcoin? É difícil escolher uma métrica para definir a adoção do bitcoin e, de fato, há debates sobre se uma métrica a captura com precisão. No entanto, por simplicidade, vou destacar as pesquisas do Google para bitcoin e os usuários da Coinbase para registro da tendência de adoção global.

Isso parece mostrar um padrão muito semelhante ao que poderia ser a fase de transição entre “Inovadores” e “Primeiros Participantes”. Apenas para lembrar a afirmação anterior, é muito difícil colocar um número na adoção de bitcoin.

Então, por que isso é notável? Bitcoin pode ser a primeira curva S “comprável”. Como esta é uma moeda de oferta limitada, mais usuários adotando e usando isso exigem um aumento no preço. Se essa correlação é mesmo refletida sobre a ação atual do preço é uma questão praticamente incontestável, e a inclinação óbvia seria a existência de um valor adicional especulativo. No entanto, com um aumento na adoção, parece haver um piso subindo para capturar qualquer “explosão de bolhas” que possa ocorrer, se e quando isso acontecer.

“Eterno setembro” é a frase usada para descrever setembro de 1993, quando a adoção generalizada da Internet começou a parecer inevitável. Ocorreu depois que a AOL começou uma campanha de correspondência que oferece testes gratuitos de seu serviço de internet, levando a um afluxo de usuários de internet que nunca terminou. Daí “Eterno setembro”.

Para comparar a adoção do bitcoin ao seu complemento – a internet – isso pode muito bem ser o episódio do “eterno setembro” para o bitcoin.

Se a teoria da adoção da curva S se aplica ao bitcoin, então segure-se firme.

Veja todos na lua.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *