Bitcoin: Lightning Network Está Ativa na Rede Principal

Anunciado hoje, a startup Lightning Labs lançou oficialmente uma versão beta do seu software (LND), disponibilizando o que os investidores e as lideranças do projeto dizem que é a primeira versão completamente testada da tecnologia até a data.

Isso significa que os usuários agora podem usar o LND para enviar bitcoin e litecoin para outros usuários, tudo isso sem liquidar essas transações no blockchain.

Além de ser um grande passo que visa resolver a escalabilidade do bitcoin, a Lightning Network também é bem vista para novos tipos de aplicativos, como os pagamentos da Internet de Coisas (IOT).

O protocolo Lightning não é gerenciado por nenhuma pessoa ou empresa. É uma série de tecnologias compatíveis. A startup Blockstream lançou uma versão 1.0 do protocolo Lightning em janeiro, e a ACINQ, outra startup, já oferece um software beta que funciona com o bitcoin.

Ainda assim, o software da Lightning Labs é considerado o software mais maduro até à data – e os investidores estão usando o lançamento para sinalizar seu interesse.

US$ 2,5 milhões de Investidores

Também revelado hoje, a Lightning Labs arrecadou US$ 2,5 milhões de quase uma dúzia de investidores, incluindo o CEO do Twitter, Jack Dorsey, a executiva da Square Capital, Jacqueline Reses, o criador do litecoin, Charlie Lee, e o ex-CEO da David, David Sacks.

Segundo a Coindesk, Dorsey e Reses se recusaram a comentar além de confirmar que investiram, a Sacks acredita que a versão beta marca um momento crucial na história do bitcoin.

“Lightning é o protocolo mais importante que está sendo construído no bitcoin e a Lightning Labs é o melhor desenvolvedor desse protocolo”, disse Sacks à CoinDesk.

O companheiro investidor Ben Davenport, CTO na empresa de segurança blockchain BitGo, concordou que o lançamento é um marco crucial.

Ele disse à CoinDesk:

“É algo em que toda a comunidade se concentrou e trabalhou na maior parte dos últimos dois anos. É realmente o ápice de muito trabalho de muitas pessoas, não apenas da Lightning Labs … Nós a consideramos uma parte muito importante da solução de escala do bitcoin, e talvez outras moedas digitais também”.

Adoção SegWit e Lightning Network

Conforme grandes exchanges e carteiras de criptomoedas, como Coinbase, Bitfinex e outras começaram a dar suporte ao SegWit, a quantidade de transações SegWit chegaram a aumentar em 200%, representando agora 30% do total das transações do bitcoin.

O SegWit é uma maneira de agrupar a transação em blocos, o que é um meio muito mais eficiente para as transações serem processadas. Além disso, é um passo importante para a adoção futura da Lightning Network.

Atualmente, na mainnet do Bitcoin, já existem mais de 1.000 nodes e mais de 1.800 canais abertos.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *