Analista Diz que Agora é o Melhor Momento para Comprar Bitcoin

Brian Kelly, gestor de hedge funds de criptomoedas e colaborador de um programa da CNBC, acredita que agora é o melhor momento para investir em bitcoin, mesmo após a maior correção que atingiu todo o mercado das criptomoedas.

Queda de 50% desde o seu topo

Após chegar perto dos US$ 20.000 em dezembro de 2017, o preço do bitcoin diminuiu cerca de 50%, chegando a US$ 9.000 e agora é negociado próximo dos US$ 11.000. Com exceção da Ethereum, a maioria das principais criptomoedas, como Ripple e Bitcoin Cash, diminuíram significativamente em mais de 50%.

Enquanto o preço do bitcoin diminuiu substancialmente, Kelly afirmou que o mercado está passando por uma mudança na tendência em que os volumes estão migrando do mercado asiático para os investidores de varejo dos EUA e da Europa. Através de contratos futuros de bitcoin e exchanges regulamentadas, um número crescente de investidores institucionais começaram a investir no mercado de criptomoedas.

“Agora, quando todos estão dizendo … acabou, é isso, bitcoin está morto, pela 175ª vez. Agora é o momento em que você começa a olhar para ele, no lado da compra. O dinheiro ainda está entrando. Os fluxos não pararam. Este não é o fim do bitcoin”, disse Kelly.

Mesmo que o mercado de criptografia tenha evoluido para uma indústria de US$ 550 bilhões, o bitcoin permanece como a única criptomoeda com o apoio de investidores institucionais, instituições financeiras e exchanges estritamente regulamentadas, como o Chicago Board Options Exchange (Cboe) e o CME Group.

Assim, enquanto as criptomoedas alternativas tornaram-se significativamente mais populares nos últimos seis meses, os investidores institucionais que entram no mercado, investem em bitcoin primeiro, antes de planejar a diversificação de seus ativos para outras moedas.

Cuidado

Kelly enfatizou que o mercado de criptomoedas é um mercado em alta e a grande maioria dos investidores dentro dele são altamente otimistas e entusiastas. Mas, ele observou que os investidores devem ser capazes de lidar com 20% a 30% de correções, pois as principais correções são eventos regulares neste mercado.

“Essas coisas podem se mover de 20% a 30% em um dia”, disse Kelly, observando que um erro crítico que os investidores do setor geralmente fazem é vender muito cedo. “Uma vez que há uma alta, você segura essa coisa [mesmo que seja de 20 a 30%]”.

Como o criador do Litecoin Charlie Lee afirmou anteriormente, um ciclo de alta é quase sempre seguido por um mercado de baixa. Bitcoin e as principais criptomoedas tiveram um ano incrível em 2017 em termos de crescimento de usuários, aumento na avaliação de mercado e exposição convencional. Ao longo de dezembro e janeiro, o mercado experimentou algumas das maiores correções nos últimos anos.

No entanto, como um ciclo de alta é seguido por um mercado de baixa, um ciclo de baixa também é seguido por um mercado de alta. À medida que o mercado de criptomoedas continua a se recuperar de suas recentes correções, o bitcoin, sendo o recurso de reserva do mercado, provavelmente aumentará em valor no curto prazo.

Regras de Ouro para investir em criptomoedas

Kelly tem três regras de ouro para os investidores:

1. Apenas arrisque de 1% a 5% dos seus ativos.

“Esta é uma nova tecnologia”, disse Kelly. “As coisas podem dar errado. Esta é a internet em 1995.”

Com um ativo que flutua tanto no preço, o potencial de crescimento é exponencial – mas a perda também é. Se o investimento não funcionar, as perdas podem ser facilmente absorvidas, afirmou Kelly.

2. Não venda muito cedo.

Kelly recomendou manter a moeda, mesmo que caia até 20% ou 30%.

3. Não entre em pânico quando a moeda cair 50%.

Via Portal do Bitcoin.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *